quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Newton e Tell

Depois daquela conversa, profunda e erudita, tão adequada e comum nos círculos de pessoas cultas, cientificamente rigorosas e, até mesmo, com um pesito na nata da elite... resolvi, contrariamente ao que tinha tão ferozmente defendido toda a manhã, blogar e foi este o resultado:

1 comentário:

euzinha, a própria!! disse...

Hummmm...
Aqui tás a ver o coelho a bater o pé violentamente, de mão na anca... esse mesmo!!