quarta-feira, 17 de junho de 2009

....V

Eu não choro em público, mesmo que aperte muito.
Eu não faço isso, mesmo que doa muito.
Eu não faço isso, sempre achei que era fraqueza da minha parte se o fizesse.
Ontem, chorei em público, porque doi muito, porque aperta muito cá dentro... Chorei em pleno Dolce Vita...
Não dormi, não comi grande coisa, não me consigo concentrar... Apetece-me estar enroladita no meu canto, os meus gatuchos também concordam... Estou a esforçar-me, mas na minha cabeça só aparece a questão " E agora?"
Não me apetece tomar decisões, não quero esperar por amanhã, assusta-me a próxima semana...
Fazes-me falta, estupidamente, fazes-me falta!
E continuo em processo de negação...e, seguindo o post anterior, eu não sei nadar!

6 comentários:

Esterilização Obrigatória disse...

Vem ver no nosso Blogue, a entrevista com a Alexandra do Bazar do Ronrons, e sabe a realidade dos gatos em Lisboa.
http://esterilizacao-o.blogspot.com/

Peruca de Tule disse...

:(

OoH!...

Força nisso.

Abraço carregado de carinho.

BeijOOoOOoOO

A Gata Christie disse...

Chorar não é sinal de fraqueza. É, simplesmente, uma lavagem da alma necessária.
Chora tudo o que precisas, mas tenta continuar a tua vida. Não te feches, não te isoles. Não negues. Encara e luta. Cheira-me que és uma lutadora e que vais vencer de caras!

Beijo grande.

Catwoman disse...

Chorar claro sempre que tiveres vontade e depois erguer a cabeça e seguir em frente..

Adoro a musica como sabes :)

Pretty Flower disse...

Concegues superá-lo, seja o que for! És uma pessoa forte pelo que vi! Um beijo apertado e um xi- <3 aqui da Pretty Flower para te consolar! Não penses e agora, pensa positivo... eu consigo, eu consigo!... :)
Fica bem depressa!...

:*

Sandy disse...

Chorar por vezes é necessário. Dá tempo, tudo passa por mais que custe. Força :)