domingo, 20 de setembro de 2009

...VII

Cheguei depois de um fim de semana agitado. Matei as saudades dos meus “bichos maus” e fiz festas aos meus gatitos. Correu como esperado, muita confusão, correria dos miúdos, constantes Tia, Tia, ó tia… o meu mundito que se encheu de risos e de brincadeiras. Tive tempo para uma conversa com a minha mãe e não foi fácil. Sinto-a demasiado preocupada comigo, pois pensa que estou demasiado sozinha, sem estabilidade financeira nem profissional e como será quando eles faltarem… Que posso dizer eu? Que não me sinto bem, que me revolta tudo isto… Que se eu desistir dos meus projectos não vou consertar o que está mal… Que se desistir de tudo o que tentei fazer a vida toda não vai contribuir em nada para me deixar mais feliz…Mas eu entendo-a, porque para ela também não é fácil… Acha que eu posso ficar sozinha… Talvez e que sei eu do futuro? Eu entendo-a e não deixo de me sentir mal por isso, até porque sei que os meus pais estão lá sempre para mim...

4 comentários:

Catwoman disse...

Beijinho e força :)

Anne disse...

às vezes não nos resta outra coisa senão sonhar. ao menos ainda não pagamos imposto por isso. :)
não desistas e força. pais serão sempre assim.
beijinhos.

Bloguótico disse...

Ainda que com a cabeça na Lua, pensamento positivo... sempre! :D

Peruca de Tule disse...

MuuUUuUUU

Como eu te entendo!...

(Dito enquanto estou a revirar os olhos.) Can´t help it.

Abracinho garrido e força nisso.

*PerucaMaluka*